No dia da árvore, ação ambiental inicia a plantação de 1000 mudas em Bonito - Caarapó Online

Caarapó - MS, domingo, 25 de outubro de 2020


No dia da árvore, ação ambiental inicia a plantação de 1000 mudas em Bonito

Contribuindo com a preservação de nossas riquezas naturais, projeto “1000 pelo Planeta” reúne amigos e voluntários em prol do meio ambiente.

Publicado em: 22/09/2020 às 06h27

Leandro Marques

Para saudar o dia da árvore, comemorado nesta segunda, 21 de setembro, o projeto ambiental “Mil pelo Planeta” mobilizou uma centena de amigos e voluntários, em Bonito – MS, na plantação de mil mudas de árvores nativas. Mais que uma comemoração, o ato também é um grito de alerta para nossa sociedade se lembrar da importância da preservação da natureza, bem neste momento em que o Pantanal, toda nossa fauna e flora, padece sob o fogo.

Enquanto muitos presenciam esta grande tragédia e ainda não sabem como reagir, os amigos Neo Ávila e Roberta Stefanello tomaram uma atitude: plantar mil mudas de árvores e, quem sabe assim, influenciar a população sul-mato-grossense a se inspirarem também.

“A questão da gente presenciar as queimadas acontecendo no Pantanal foi um alerta. Por trabalharmos com Marketing Ambiental, eu de um jeito, a Roberta de outro, a gente tinha essa data no calendário. Trabalhamos com foco no meio ambiente, preservação ambiental e, de uma conversa, falamos sobre plantar árvores e ela falou que tinha uma terra, quase 1 hectare onde poderíamos plantar essas mudas”, explica Neo.

Outra contribuição fundamental foi a do Instituto das Águas da Serra da Bodoquena, o IASB, que doou as mil mudas de árvores nativas e endossou a iniciativa. Partindo daí, o projeto foi se concretizando, outras parcerias se fortalecendo e a comunidade bonitense, os guias e apoiadores da causa, abraçaram o projeto e estão tornando possível esse dia tão importante.


Mil Árvores plantadas


O plano desta grande ação ambiental ganhou o reforço da comunidade bonitense e região. Durante todo o dia, os voluntários trabalham a todo vapor. A chuva leve e esparsa que cai, parece colaborar com o plantio, umedecendo a terra preta para receber as mudinhas. Os buracos já estavam abertos, resultado do trabalho de seis dias de preparo. Todo cronograma de plantio foi realizado pelos representantes do Rancho Yporã, encabeçado por Vinícius Penha.

“Nosso objetivo foi criar um cronograma de trabalho que aconteceu durante o dia 21, desenvolvendo um trabalho prático, seguro e consciente. Foram 2 turnos de trabalho, das 7:30 às 11:00 e das 14:00 às 17:30. Servimos café da manhã, almoço e lanche para os voluntários”, conta Vinícius.

A iniciativa já está repercutindo no local e inspirando outros proprietários de terras da região. “O projeto é um exemplo pra gente poder fazer alguma coisa, não só ficar nas redes sociais reclamando e não fazer nada. Os vizinhos já estão se mobilizando pra fazer outra ação como esta, a mãe da Roberta quer fazer na chácara dela, é um trabalho de formiguinha”, diz Henrique Dias, apoiador do projeto.