Carros elétricos: saiba as vantagens e desvantagens de se adquirir um destes - Caarapó Online

CAARAPÓ - MS, domingo, 24 de outubro de 2021


Carros elétricos: saiba as vantagens e desvantagens de se adquirir um destes

Projeto de lei que incentiva o uso de carros elétricos e híbridos pode ser criado em MS

Publicado em: 28/08/2021 às 08h00

Rafaela Moreira

Foi apresentado na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), um projeto de lei que propõe criar o Programa Estadual de incentivo ao uso de carros movidos à propulsão elétrica e híbridos no Estado, contudo, quais são as vantagens em utilizar carros elétricos?

Os carros elétricos possuem uma bateria que entra no lugar do tanque de gasolina, sendo recarregado de uma maneira muito parecida com os eletrônicos que há em casa, em uma estação especial de postos de gasolina ou até na própria garagem do motorista. É essa energia a responsável por fazer as rodas girarem, com um motor conectado diretamente a elas. Sem pistões, sistemas fluídos ou cano de descarga.

A crise hídrica tem pesado no bolso dos consumidores, maior responsável pelos aumentos recentes da inflação, a energia fez a conta de luz subir 20,1% nos últimos 12 meses.

Empresas do setor buscam cada vez mais soluções que tragam automóveis tão potentes, seguros e confortáveis quanto os que já temos, mas que não utilizem combustível fóssil para energizar seu motor. Tem modelo de automóvel elétrico que já está em circulação nas ruas do país e que custa até R$ 200 mil. Esse é o caso do compacto Zoe da marca Renault.

As vendas de carros elétricos e híbridos têm participação discreta no mercado brasileiro, representando 0,2% do total de emplacamentos feitos no Brasil em 2020. De acordo com Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), até o ano passado, o Brasil registrou 15 mil unidades de veículos elétricos circulando pelo País.

QUAIS SÃO OS PRÓS DOS CARROS ELÉTRICOS?

Diversas empresas no mundo estão investindo em pesquisa e desenvolvimento de carros elétricos. As vantagens que esse sistema traz para o motorista e a sociedade são fundamentais para o meio ambiente.

Sustentabilidade

É impossível falar de veículos elétricos sem citar a necessidade cada vez mais presente em nossas rotinas de reduzir ou até eliminar o uso de combustíveis fósseis.

Além de ser um tipo de exploração invasiva, os gases resultantes da queima de derivados de petróleo (principalmente o gás carbônico) são bastante nocivos ao meio ambiente.

E isso não é uma questão apenas grandiosa como a mudança de clima. É algo que afeta a saúde de pessoas em grandes cidades todos os dias. A má qualidade do ar é responsável por diversas doenças respiratórias, que podem ser prevenidas com um futuro eletrônico.

Eficiência

A economia vem também da eficiência com que o carro utiliza sua energia. Por ser mecânico, o motor a combustão naturalmente perde parte da força gerada ao longo do seu sistema. Em um motor elétrico, praticamente toda energia disponível é bem convertida em potência.

Segurança

A ausência de combustível no veículo por si só é um ganho em segurança — embora os tanques modernos sejam bastante seguros. Mas, nessa questão, talvez o maior ganho para motoristas e passageiros esteja na estabilidade do veículo.

Com um motor muito menor que o de combustão, modelos elétricos costumam manter esse sistema todo abaixo do assoalho do carro, diretamente conectado às rodas.

QUAIS SÃO OS CONTRAS DESSES VEÍCULOS?

Quando falamos em pontos negativos dos veículos elétricos, todos eles ainda têm relação com a maturidade do desenvolvimento desses sistemas. Como dissemos, são décadas de pesquisa contra uma centena de anos de combustíveis fósseis.

Autonomia

Os carros totalmente elétricos ainda não conseguem atingir a autonomia de modelos tradicionais. Isso se dá pela necessidade de desenvolver baterias cada vez mais eficientes, que consigam reter mais energia sem tornar seu peso inviável para uso em veículos.

Enquanto não chegamos nesse ponto, veja a comparação de autonomia média entre os diferentes tipos de motores:

híbrido: 400 km a 700 km utilizando combustível;
híbrido com Plug In: 30 km a 120 km com a carga da bateria e 400 km a 700 km usando combustível;
carro elétrico a bateria: 100 km a 400 km;
carro elétrico a célula de combustível: 320 km a 600 km.

Pontos de recarga

Mesmo que utilize exclusivamente a rede elétrica, não dá para ligar o seu carro na tomada comum de casa. A recarga exige um sistema especial que pode ser instalado na residência do dono ou estar presente em postos de combustível.

Tempo de recarga

Outra questão importante é a disponibilidade de tempo para manter seu carro abastecido. Ao contrário de combustíveis fósseis, com os quais se enche um tanque em um, dois minutos, carros elétricos podem precisar de horas para uma carga completa, dependendo do modelo e da corrente disponível.

Foi inaugurado em junho de 2020, a primeira estação solar para recarregar carros elétricos de Mato Grosso do Sul.