Exportação bovina de MS cresceu mais de 5% no 1o quadrimestre - Caarapó Online

Caarapó - MS, sexta-feira, 30 de outubro de 2020


Exportação bovina de MS cresceu mais de 5% no 1o quadrimestre

Publicado em: 19/05/2018 às 06h56

Famasul

Chile foi o responsável pela compra de 15% do gado exportado do Estado neste ano

Mato Grosso do Sul apresentou, no primeiro quadrimestre de 2018, se comparado ao mesmo período do ano passado, um aumento de 5,6% na exportação da carne bovina in natura. Os dados são da Secex (a Secretaria de Comércio Exterior), apurados pela Unidade Técnica da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS).

“O volume exportado deste ano foi superior ao igual período do ano passado pelo fato de que os embarques para o mercado externo de janeiro a março foram mais vantajosos, já que abril não apresentou bom desempenho e foi menor que em 2017”, ressalta a analista técnica da entidade, Eliamar Oliveira.

Foram totalizadas, entre janeiro e abril deste ano, mais de 40 mil toneladas de carne bovina exportada, rendendo uma receita superior a US$ 168 milhões.

No ranking dos principais importadores do estado, divulgados no último Boletim Rural, o Chile aparece em primeiro lugar, sendo responsável por 25% da receita. Países como Paraguai e Uruguai compõem agora a lista de clientes sul-mato-grossenses, ocupando 12º e 13º lugar respectivamente.

De acordo com as informações do SIPOA (o Serviço de Inspeção de Produtos de Origem Animal), o quadrimestre foi fechado com a produção de 288 mil toneladas de carne, e mais de um milhão de animais abatidos, número superior ao mesmo período de 2017, como divulga a assessoria da Famasul.