Terça-feira, 20 de outubro de 2020

Menor felino do Brasil, um animal considerado em extinção é visto em MS

O "gato-do-mato-pequeno" foi avistado em Alcinópolis, a 402 quilômetros de Campo Grande

Publicado em: 24/07/2020 às 07h38


Funcionários do Parque Natural Municipal Templo dos Pilates, em Alcinópolis(MS) fotografaram um gato-do-mato-pequeno, espécie conhecida como menor felino do Brasil, além de ser considerada rara e em extinção.

Segundo informações de assessoria de imprensa do Parque, as imagens foram feitas por "armadilhas fotográficas", câmeras utilizadas para registrar animais selvagens sem a presença de humanos. "Já havíamos visto as pegadas, mas pelo tamanho acreditávamos ser de Jaguatirica", relatou a bióloga Bruna Barbosa, responsável pelo parque.


Ainda de acordo com a assessoria, professor da UEMA (Universidade Estadual do Maranhão) e membro da IUCN (União Internacional para Conservação da Natureza), Tadeu de Oliveira, analisou o registro e confirmou ser um gato-do-mato-pequeno.

"Confirmar a existência da espécie em Mato Grosso do Sul através de foto é algo a se comemorar, pois agora sabemos da presença das duas espécies de Gato-do-Mato (Tigrinus e Guttulus) no Estado. Tanto o Guttulus, quanto o Tigrinus, são as únicas espécies de felinos existentes no Brasil consideradas mundialmente em extinção pela IUCN", afirma o professor.


Espécie em extinção - O leopardus tigrinus, nome científico da espécie, tem como habitat natural a os biomas da Caatinga e Cerrado, não sendo comum de ser visto no Pantanal. Ele estar na região de transição de biomas, em Alcinópolis, pode indicar possível mudança no comportamento do bicho.

O registro é considerado uma boa surpresa para os pesquisadores, mas não representa um alívio para a população da espécie. Segundo explicação do professor, os pequenos felinos dependem da fauna e flora nativas para a sobrevivência e que não conseguem dividir espaços com felinos maiores.